terça-feira, 27 de março de 2012

Renascendo a cada dia

Bom dia !

Semana passada fiquei sem ir na academia três dias por causa do calo no pé que o tênis fez, mais ontem já voltei ativa e fui na academia.Como no meu dia a dia caminho bastante tenho ido na academia apenas três vezes por semana por enquanto devido o tempo que tenho mais não deixo de malhar nenhum dia, faço sempre caminhada.


Ontem com a pressa de ir na academia fui tomar o café rápido e infelizmente acabei intalando com o pão na primeira mordida, então tive que abandonar o café e o pão, coloquei um suco em uma garrafinha e levei para tomar na academia.Essa foi a terceira vez que intalei desde que operei até que para três meses não entalo tanto assim, ainda bem, não sei os outros operados mais eu quando entalo não consigo comer durante 1 hora mesmo vomitando, tenho que esperar bom tempo para passar nada desce.




Meu cabelo esta caindo muito mesmo, pior que tenho pouco cabelo, sei que é normal até um tempo cair, mais preciso de um tratamento urgente até marquei um dermatologista para dia 04/04 até lá tenho que esperar.


Mais não é surpresa essa queda o médico já tinha avisado então nem posso assustar e achar que nem sabia.Mais preciso de tratamento pois o meu cabelo já caia muito antes  de operar devido o problema no hormonio e agora então aumentou a queda duas vezes mais.Alguém sabe de


 algo que seja bom para amenizar a queda?


Ai vai uma foto do meu antes e depois, tirei essa hoje.



Não tive coragem ainda de pesar, mais creio que trinta quilos a menos.


Muita diferença, mais ainda tenho quilos a emagrecer, mais chego lá no tempo de Deus, eclesiastes  capitulo 3.


Obrigada a todos que tem passado aqui e pelo apoio.Boa semana a todos...Bom pessoal vou ficar por aqui, agora vou trabalhar.




quarta-feira, 21 de março de 2012

Dolorida

Bom dia pessoal
Segundo dia de academia, infelizmente fiquei dolorida demais,  parece que passou um caminhão em cima de mim,ai ai.
Enfim hoje  acabei nem indo na academia pois  o tênis que usei apesar de ser novo fez calo e tinha uns parentes do Parana em casa.
Mais amanha estarei lá de novo o meu objetivo é não desistir da minha meta que é emagrecer muito ainda.

Hoje fui colocar um vestido que estava lá guardado que minha mãe tinha diminuído antes que estava largo e novamente esta largo para minha alegria, só quem passa sabe como é satisfatório ainda que seja um quilo é uma comemoração. Infelizmente não pesei ainda, mais logo terei novidades eu creio.

Daqui a pouco ligarei para uma amiga para saber do seu namorado faria redução ontem.

Enquanto ao tênis que aperta acho que vou usar o velho que tenho guardado talvez seja mais confortável que o novo assim espero.

Conseguiremos matar mais um leão nesse dia com Deus na frente tudo vai bem.

Obrigada a todos que tem deixado o recado e tem seguido esse blog, não sou muito boa para escrever, mais tento.

Fico por aqui pessoal desejo a todos um ótimo dia, abençoado por Deus.









segunda-feira, 19 de março de 2012

Malhar e malhar

Bom dia pessoal.
Recomeçando a semana novamente pela graça e bondade de Deus e mais um leão a enfrentar e creio que conseguirei.

Hoje superei as barreiras comecei a exercitar na academia aqui perto de casa, sempre gostei de malhar, só estava muito pesada para isso.
Para um primeiro dia exercício foi maravilhoso não fiquei dolorida nem nada, fiz só 1 hora, esteira, bicicleta e cintura, amanha irei mais cedo pra malhar um pouco mais.
É uma ansiedade para eliminar, quero sair logo dos três dígitos na balança e para isso preciso queimar e queimar.



Ontem comi uma batata recheada uma delicia apenas degustei, depois de muito tempo apreendi a saborear coisa que antes não sabia fazer, antigamente tinha que matar a ansiedade e comer até estufar para sentir satisfeita.


O bom da vida é a cada dia ver o sucesso das minhas escolhas sendo concluídas.


 Normalmente finais de semana não malho e nem entro aqui no blog, sábado faço curso de teologia e domingo descanso e vou para a igreja adorar a Deus.


Sabado ministrei a palavras em uma igreja em Campinas foi um desafio pois estou acostumada a pregar somente na que frequento.


Enquanto a nossa batalha com a balança tenho absoluta certeza que você e eu conseguiremos


 Fico por aqui pessoal 
Desejo a todos uma ótima semana.



sexta-feira, 16 de março de 2012

tabela de perda de peso
Antes da cirurgia - 154 quilos Obesidade Morbida grau III
Dia da cirurgia 12/12/2011 - 151 quilos

1 mês - 10 quilos
2 mês - 18 quilos
3 mês - 28 quilos
4 mês - 33 quilos
5 mês - 40 quilos
6 mês - 47 quilos
7 mês -  52 quilos
8 mês - 56 quilos
9 mês - 60 quilos off
10 mês- 64 quilos off
11 mês 66 quilos
12 mês 68 quilos 
13 mês


Bom dia a  todos.

Hoje fiquei hiper feliz tinha ganhado uma calça jeans de uma amiga e ficou muito justa, apertadinha, hoje fui colocar esta ótima, acho que emagreci quantos quilos não sei infelizmente não tive coragem de pesar.
Mais deve ser uns dois quilos por ai, quando pesar posto aqui prometo a vocês.


Esqueci de relatar um fato chato fiquei umas duas semanas que não podia ir ao banheiro ressecada, tinha vontade mãis não conseguia.
Mudei a alimentação acrescentei fibras, mamão e ameixa na refeição melhorou muito ainda bem se não nem sei o que faria, precisaria ir no medico fazer lavagem alguma coisa, ninguém merece uma coisa dessa. Mais ainda bem que passou.


Ontem fiz uma vitamina boa, coloquei cenoura, mamão, ameixa, abacate, iogurte natural desnatado e leite desnatado, ficou uma delicia.
Quero ver se crio outros tipos de vitaminas e com legumes faz bem e o nome diz tem vitaminas.

 
Agradeço a Kelly e a Anne que se ofereceram para me ajudar aqui, com certeza aceito a ajuda de vocês desde já agradeço meninas.


Infelizmente finais de semana não posso entrar aqui devido a correria de sabado estudo e domingo tenho outros compromissos, mais na semana sempre estou aqui.


Obrigada a todos que tem visitado aqui e pelos recados e apoio.

Desejo a todos uma ótima sexta feira e bom final de semana.

quinta-feira, 15 de março de 2012

Não sei mecher nesse blog ai

Bom dia pessoal

Desculpe- me por não linkar ninguém aqui não sei mecher aqui em nada de nada, sou nova aqui, se alguém poder me ajudar eu agradeço desde agora.
Não tive coragem de ir pesar, ainda sou  medrosa e tenho medo de não eliminar e frustrar.
Mais mesmo assim estou feliz com os pés no chão e pretendo começar academia semana que vem, mais no momento só caminhada, como minha cirurgia foi aberta não pode começar assim de imediato, mais sempre gostei de academia.
O luiz namorado da minha amiga Nice opera terça feira dia 20/03/2012 esta bem perto, estamos orando e intercedendo por ele para que ocorra tudo bem.
Como meu paladar melhorou muito nesses ultimos dias, melhorei até para comer, mais estou dando preferencia a saladas, estou comendo mais que alguns dias atrás, mais tento sempre seguir a risca e não sair do meu ideal.
Fico por aqui pessoal
Beijocas
Gleici

segunda-feira, 12 de março de 2012

Três meses de gastroplastia

Oi, pessoal.

Como o tempo passa rápido demais, quem diria três meses que fui operada e parece que foi ontem.
Não eliminei mais nada além daqueles 28 quilos anteriores, agora a perda é mais lenta mais o importante é não desistir e ter persistencia sempre, mesmo que seja menos quilo eliminado.
Assim como consegui e tenho conseguido você também pode e conseguirá, depende da força de vontade, confiaça e amor próprio que tem em você mesmo.
Confesso que algum tempo atrás não queria e tinha esquecido de mim mesma devalorizava os meus gostos, hoje olho mais no espelho e escolho mais com que roupa sair.
As vezes esperamos demais dos outros e esquecemos que certos detalhes depende de nós mesmo como se cuidar e emagrecer.

Estou feliz, não tem palavras que descreva esse sentimento, só quem sente e vive sabe  como é voltar a realidade que um dia tinha ficado para trás, como se fossemos o patinho feio e o mundo nos acusasse.
Breve dia descobrimos que somos largarta e precisamos transforma em uma borboleta e voar, pois existe muitos jardim para enfeitarmos e aproveitarmos nessa terra.

Ah! já ia me esquecendo, engraçado que meu paladar esta voltando ao normal e pensei que ficaria assim para sempre, sentia falta dele, agora sinto falta de quando não tinha paladar, risos.
Um dos prazeres do ser humano é comer e se deixar mesmo operada volto engordar, tenho uma grande tendencia a engordar até com o vento, fico me vigiando em tudo.
Boa semana a todos
Beijos

Hino da gastroplastia


Ouviram o balançar das peles flácidas
De um povo magro e o brado horripilante,
E o sol da Liberdade, em praias públicas,
Brilhou a cicatriz de um palmo grande

Se o Senhor tem piedade
Conseguimos operar com mente forte
E o Seio ,que humildade
Desafio quem agora é um poste

Ó maca amada
reforçada
Salve! Salve!

Barriga, um sonho tenso foi vivido
De dor e sem esperança não emagrece
Se agora és risonho e nada tímido,
A imagem de uma bola já esquece

Gigante pela própria natureza
Agora és belo, impávido e formoso.
E o teu futuro espelha essa grandeza.
Capella Amada,

Entre outras mil,
És tu por certo
A Mais usada !

Dos filhos deste solo
És mãe gentil
Vida nova ex Barril!!

quarta-feira, 7 de março de 2012

Cálculo de evolução de perda de peso

Faça no site o cálculo para saber sua evolução de emagrecimento

http://dl.dropbox.com/u/20105045/index.html

Calcule seu IMC

http://www.progastro.com.br/index.html

Calcular peso ideal através do Índice de Massa Corporal (IMC), é uma das formas para se obter um indicativo de que você está acima do peso ideal ou abaixo do peso ideal de forma simples e rápida.
Desevolvido pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o cálculo do peso ideal é feito utilizando a fórmula IMC = peso / (altura x altura).
Lembrando que calcular IMC não resolve todos os problemas, esse cálculo é apenas um indicador e não determina exatamente se você está abaixo ou acima do seu peso ideal, outros fatores como sexo, idade, condicionamento físico, etc, devem ser levados em conta.


Abaixo do pesoAbaixo de 18.4
Peso normal18.5 - 24.9
Sobrepeso25.0 - 29.9
Obesidade Grau I30.0 - 34.9
Obesidade Grau II35.0 - 39.9
Obesidade Grau IIIAcima de 40

Instituto pró.gastro site

Casarão do Café

Av. Andrade Neves 707, cj 702 Campinas/ SP
Telefone (19) 32360128
Site
http://www.progastro.com.br/index.html

Teste nutricional centrum

Esse site fala referente a quantidade diaria de calorias para uma alimentação adequada.

http://www.centrum.com.br/teste-nutricional.asp

quinta-feira, 1 de março de 2012

Fotos

Oi pessoal, desde criança era gordinha, acho que nasci gordinha, mais depois de uma idade piorou fiquei imensa. Adivinha quem sou eu na foto? Acho que acertaram sou a do meio ao lado da minha irmã Edneia e meu irmão Marcos.
Até ai é bonitinha, fofinha, engraçadinha, mais a obesidade faz mal para qualquer idade e pode ocasionar doenças até mesmo na infância. 


Essa foto tirei no dia da reunião do prógastro de fevereiro de 2012 quase três meses de operada e 25 quilos a menos, continuo gorda, mais emagrecendo e feliz, 126 quilos aqui. Minha blusa esta bem larga e essa calsa já foi apertada duas vezes.


Nessa foto eu tinha 23 anos de idade estava com 110 quilos, foi dai pra frente que engordei mais e mais.


Com autorização da Fernanda posto essa foto aqui e futuramente o testemunho dela também. Essa foto também foi no dia da reunião de fevereiro de 2012, olha a blusa minha que larga, rsrs, a Fer esta ótima e linda cada dia mais.


No hospital na verdade essa foto foi tirada dia 13/12/2011 no hospital, segundo dia de operada.



MARÇO DE 2012





Depoimento gastroplastia

 Antes e depois da cirurgia bariatrica
Oi, pessoal, devido ao grande número perguntas e pessoas que tem me adicionado no orkut e facebook para saber sobre a cirurgia bariatrica ou melhor de redução de estomago criei essa pagina, para falar um pouco da cirurgia que passei.
Primeiramente vou me apresentar, meu nome é Gleici, tenho 29 anos de idade, moro em Sumaré/ SP, sou solteira, moro com meus pais. Trabalho com meu irmão.
Operei no dia 12/12/2011 ás 11:30 hs da manha, no hospital Beneficência Portuguesa em Campinas/SP.

Tipo de cirurgia de redução de estomago que fui submetida: “Bypass gástrico com derivação em Y-de-Roux”, “gastroplastia redutora com derivação intestinal” são alguns nomes também utilizados para identificar essa modalidade de cirurgia bariátrica que foi aperfeiçoada nos Estados Unidos , na década de 80,pelos médicos Dr.Mathias A. L. Fobi e Dr.Rafael Capella.
No Brasil a técnica foi difundida já com uma forte referência aos médicos que a idealizaram e por isso a tendência é sempre mencionar “Cirurgia de Fobi-Capella”.
Como o resultado final desse tratamento depende diretamente das condutas do paciente devemos sempre lembrar que uma preparação adequada com um responsável trabalho de equipe é tão importante quanto o próprio ato operatório. Uma indicação cirúrgica precisa, esclarecimentos e preparação pelo nutricionista, orientações e abordagens da psicologia compõem um cenário de sucesso. A continuidade de seguimento no pós-operatório corrige e apóia o paciente em dificuldades que possam aparecer.
Trata-se de uma técnica mista ( modifica o estômago e o intestino) com um caráter gastrorestritivo (redução do tamanho do estômago)bastante predominante sobre o pequeno efeito disabsortivo( redução do trânsito intestinal pelos alimentos). O emagrecimento se deve principalmente pelo fato do estômago do paciente operado ficar pequeno com capacidade apenas para pequenas porções de alimentos de cada vez ( aproximadamente 50 ml). O desvio de aproximadamente 150 cm do intestino delgado também ajuda no emagrecimento do paciente mas sem prejudicar a nutrição já que ainda existirão, aproximadamente, mais 4 m de intestino intactos para uma boa absorção de nutrientes e calorias.
É considerada uma cirurgia de grande porte realizada em um paciente complexo e de risco ( todo o obeso mórbido deve ser considerado uma paciente grave). A anestesia geral é praticada por uma anestesista experiente com equipamentos adequados que vão monitorar vários dados do paciente durante a cirurgia (pressão sangüínea, oxigenação do sangue, CO2, funcionamento cardíaco,etc.). O paciente não tem nenhuma consciência durante o ato cirúrgico e não sente nenhuma dor. A cirurgia consiste em utilizar um grampeador linear cortante que fecha e separa em duas partes uma porção alta e limitada doestômago original formando, dessa forma, um novo estômago pequeno.
Essa pequena bolsa recebe um pequeno anel não ajustável de silicone flexível que é colocado em torno desse novo estômago fazendo uma cintura e dando a ele um aspecto de ampulheta.
Na porção final dessa pequena bolsa gástrica fazemos uma junção (anastomose) com uma parte do intestino fino (jejuno) que foi desviada em aproximadamente 1m e passa a ser chamada alça alimentar do Y-de-Roux. O grande estômago que agora ficou separado continuará a produzir sucos digestivos e a sua produção de acidez fica bastante diminuída, pois, os alimentos não chegarão mais nesse grande estômago residual.
A passagem dos sucos digestivos prossegue como antes para o duodeno em direção a outra parte do intestino fino (jejuno) para completar a outra parte do Y-de-Roux. As duas alças intestinais são ligadas fechando o pé do Y.

Médico cirurgião Gastro Dr Gustavo Sevá Pereira, um amor de pessoa e ótimo profissional.
Nutricionista Cyntia Galante ótima pessoa e profissional.
psicologa ivanimeire Grossi otima profissional e pessoa, Meire lembrei quando você disse que deveria respirar fundo quando o enjoô viesse e serviu coloquei em pratica, não vomitei, obrigada.
Resumindo profissionais qualificados e excelentes, agradeço a Deus a minha familia, essa equipe maravilhosa e amigos.
Citarei o nome de algumas pessoas no meu blog que também operaram comigo, todas autorizaram que os nomes fossem colocados aqui, com todo respeito a cada uma delas, sei que cada experiência é unica e cada um tem a sua.

Pensei muito antes de operar, imaginei tudo que é tipo de dor, até pensei na minha lombalgia que sentia dor demais quando atacava, dor de travar, pois a dor poderia ser igual ou pior, pois nunca operei de nada nem sabia o que poderia sentir, mais na minha mente sabia que não seria fácil.
Cansada de ser obesa com 153 quilos 1.65 de altura e IMC 56.2, já nem sabia o que fazer e a quem recorrer, conhecia muitas pessoas que tinham operado, mais eu mesma não pensava em operar em momento algum.
Já tinha tentado muitas dietas, desde sopas milagrosas, dietas a base de carboidratos e até mesmo aquela que você não janta. Nenhuma dessas dietas me levaram a nada, somente efeito sanfona e engordar cada vez mais.
Não falo que a cirurgia bariatrica seja um milagre, mais milagre é mudar o pensamento, adaptar novos costumes alimentares, comer em horarios certo e alimentos que fazem bem ao organismo.
Vou contar como foi a minha decisão de operar apartir daqui, todo o processo antes e depois da cirurgia e até os dias de hoje como tem sido.
Fui a uma médica ginecologista e ela me explicou que meus problemas hormonais melhorariam com o emagrecimento, mais para isso eu teria que emagrecer muito, então ela me aconselhou a fazer redução de estomago.
Então respondi de imediato que não, jamais farei essa cirurgia, mais ela mesmo assim deu um cartão do médico que fazia cirurgia bariatrica.
Confesso que quando sai do consultório da medica foi como se naquele momento Deus mudasse meus pensamentos, então disse pra mim mesma se até agora não deu certo então vou por esse caminho.
Sempre orei para Deus, sei que algumas pessoas não acreditam, outras acreditam, mais coloquei Deus na frente e disse Deus for da tua vontade as portas se abrirá e farei essa cirurgia, se não for coloque algum impedimento.
A principio nem tinha o dinheiro que necessitava, Deus preparou o dinheiro que não tinha apesar de ser pouco que precisava naquele momento mais mesmo assim não tinha nada, mais do mesmo modo que não tinha do nada apareceu na minha vida, não de modo mágico, Deus agiu em meu favor ganhei uma causa na justiça que tinha e recebi o dinheiro que era o valor especifico que precisava, louvado seja Deus.
Varias pessoas me confirmaram essa cirurgia sendo usadas por Deus na mesma época, parece que quando é para fazermos algo aparece milhões de pessoas na frente que fizeram, isso que acontecia sempre encontrava alguém que tinha passado por aquilo e falava que não se arrependia.
Li muito sobre a cirurgia, isso pra mim foi importante, pois sabia o que me aguardava então meu psicológico sabia dos riscos, dificuldades que teria que adaptar e também dos benefícios.
Foi um processo, minha pressão era normal e do nada começou aumentar, mais acho que era devido a ansiedade, então o cardiologista me segurou meses e não liberava a carta, então eu pensava será que não é pra mim fazer.
Depois de sete meses no cardiologista ele liberou a carta e a pressão controlou graças a Deus, já estava preocupada, mais sei que para operar a saúde tem que estar perfeita.
Peguei a carta do cardiologista, psicologa, nutricionista, gastroenterologista e do endocrinologista e levei no convenio para passar na pericia e ser liberada para fazer a cirurgia. A cirurgia foi liberada com previsão para dezembro, só previsão não significa certeza.
Liguei para marcar o retorno no gastro, mais a recepcionista disse que não era necessário ligar porque ela mesmo ligaria quando faltasse um mês para operar, conforme a data da pericia, então ela ligaria para que eu passasse na psicóloga e nutricionista antes da cirurgia se não nem poderia operar.
Esperei com paciência sempre confiando que Deus era o controle e no dia e na hora certa tudo aconteceria, descansei na palavra do senhor Eclesiastes três, existe um tempo determinado para todas as coisas.
De tanto minha mãe insistir liguei no consultório do medico para perguntar da cirurgia pois já era outubro, a mesma recepcionista me respondeu a mesma coisa ligaremos para você aguarde.
Passou uma semana após ter ligado enfim a recepcionista ligou, informou o dia da cirurgia que seria dia 12/12/2011, fiquei feliz. Engraçado antes nem pensava em fazer a cirurgia e depois meu pensamento mudou de repente.
Comecei as seções com a psicóloga e a nutricionista, o trabalho delas era conscientizar as mudanças que submeteria, mais quando cheguei lá já tinha lido tanto que na verdade já sabia, mais foi bom mesmo assim esse trabalho porque elas vivenciam diariamente pessoas que operam e tem experiência para passar.
A presença delas foi importante para me chamar a realidade que era muito mais que ler e sim vivenciar, treinar comer pouco e saber que nunca mais seria igual. Uma coisa é ler e saber a outra coisa é viver e praticar,um exemplo é saber que comer certo faz bem e não fazer é o mesmo que não concientizar e vivenciar a realidade.
Enfim chegou o dia esperado, nessa caminhada conheci algumas pessoas especiais que também passariam pelo mesmo processo cirurgico, Hermelinda, Nice e Fernanda, construímos amizade e uma apoiava a outra.
No dia da cirurgia estávamos ansiosas chegamos cedinho no hospital 07:00 hs da manha, todos com a mesma expectativa que passasse logo aquele momento e saísse logo do hospital. O medo é normal como toda a cirurgia, mais o medo demasiadamente não faz bem a confiaça tem que vir para um bom resultado
Cada um teve uma experiência diante a cirurgia, uma sentiu mais dor, outra mais gases, outra mais enjôo, mais cada um com a sua experiência. Confesso que para você que esta lendo isso sua experiência será única, não posso dizer que será como a minha cirurgia.
Vou contar a minha experiência porque não posso relatar a de outros, conforme falei preparei o meu psicológico e imaginei tudo que é tipo de dor.
Antes da cirurgia conferiram a minha pressão, estava boa e conferiram minha temperatura corporal, estava tudo normal.
Levaram-me para o centro cirúrgico 11:20, fiquei em uma sala de recuperação aguardando minha vez chegar.
Infelizmente uma das pessoas que faria a mesma operação já tinha operado e aguardava ali a alta para ir para o quarto, ela gemia de dor, prefiro não falar o nome dela. Quando olhava ela com aquela dor, comecei a ficar ansiosa e pensar será que sentirei isso, então comecei a orar e dizer a Deus que tivesse misericórdia de mim porque não gostaria de sentir o que ela estava sentindo. A enfermeira que atendia ela dizia você acabou de operar e vai sentir dor, não tem como não sentir nada, fiquei com pena dela, mais a calma de Deus já tinha habitado em mim e o medo foi embora, comecei a lembrar das promessas de Deus sobre minha vida.
Então levaram a jovem embora e depois trouxeram outra amiga que operou e ela estava mais calma e sonolenta acho que nem me viu.
Chegou minha vez, levaram-me para uma sala ali próxima, deitaram-me em uma maca, foram colocar a meia compressora em minha perna não deu certo, meu pé ficou roxo, prendeu a circulação, então deixaram sem a meia apenas com uma faixa. Esta ai a importância de experimentar a meia antes.
A instrumentalista se apresentou disse o nome, agora não lembro sou péssima em guardar nomes, o anestesista entrou na sala e começou a conversar comigo disse que o nome dele era Gustavo e seria responsável por me anestesiar.
Então disse a istrumentalista agora não sou eu nem o médico mais Deus que vai operar e me entreguei nas mãos de Deus.
Lembro que o anestesista disse respira três vezes no oxigênio, respirei duas, na terceira vez não consegui, queria mexer não conseguia, falar não conseguia, só senti eles passarem algo na minha barriga, como estava meio grogue pensei que iriam me cortar e iria sentir, rsrs...Bobeira depois daquilo apaguei, eles sabem quando dormimos e estamos totalmente anestesiados.
Acordei da anestesia não sei bem a que horas era, mais bem tarde, só lembro que ouvia eles me chamarem longe, mais o sono estava bom, rsrs.
Quando acordei me mudaram de maca, levaram-me para a sala de recuperação, engraçado eu tinha medo deles me derrubarem, na hora do vamos ver nem se quer lembrei de medo, me pegaram normalmente.
Na sala de recuperação vi eles falarem que minha pressão estava alta, para colocarem dois captopril embaixo da minha língua.
Colocaram minha pressão normatizou rapidamente, mais eu não sentia nada de nada, só senti um enjôo passageiro nem fiquei vomitando.
Vi uma outra jovem que operaria lá, perguntou se estava bem e o que sentia, apenas disse a ela estou bem a sua vai dar certo assim como a minha deu.
Não sentia dor em nada, até pensava será que me cortaram, mais estava muito bem, entendia tudo que falavam, como não conseguia falar devido o enjôo que senti comecei estralar os dedos, a enfermeira foi até mim e disse a ela do enjôo ela colocou um lençol e cima de mim, também uma comadre porque eu queria urinar.
Deram me alta para ir para o quarto, a medica responsável perguntou e ela urinou de novo, a enfermeira disse não e perguntou se queria urinar de novo e respondi não.
Então foram me levar para o quarto mais no corredor me deu vontade de urinar de novo, mais daí falaram pra mim agüenta um pouquinho já chegaremos no quarto.
Cheguei no quarto apertadíssima, me passaram pra cama e colocaram a comadre que alivio.
Já era tarde umas 17:00 horas, falaram que eu ia dormir, colocaram remédio pra dor. Não dormi a noite toda, nossa cama dura e ainda por cima não podia levantar, sem contar que de 20 em 20 minutos eu urinava por causa do remédio da pressão que me deram. Quando não era eu urinando, era a enfermeira entrando no quarto para dar alguma medicação.
Lembro que me davam glicose na veia e minha glicose ia lá em cima, depois tinha que tomar insulina para diminuir, mais o medico disse que era normal.
Tinha que tomar inalação duas vezes por dia no hospital, agora entendo o porque do respiron, a capacidade respiratória diminui muito.
De madrugada me deu um calorão, comecei a suar que pingava, chamei a enfermeira ela mediu tudo estava normal, então abriu a janela e ligou o ar condicionado e disse que deveria ser os remédios.
Assim foi a noite não dormi nada, ainda mais porque ficava urinando toda hora, coitada da minha mãe sofreu, nem dormiu.
No segundo dia terça feira dia 13 de dezembro de 2011, queria levantar e a enfermeira via que eu não dormia, ela foi lá a noite toda lá e sempre estava acordada, quando tentou me levantar senti um pouco tonta então deixou - me sentada na cama as 04:00 horas da manha, mais fiquei feliz de sentar na cama, não aguentava ficar deitada
O plantão das enfermeiras trocou e vieram outras enfermeiras, mais na parte da manha tinha muitos estagiários, então eles que davam banho nos pacientes.
Me ajudaram ir até o banheiro, na verdade eu estava meio insegura medo de cair, mais não que sentisse dor, tomei banho, me troquei, fui andar.
Mais sentia um pouco de enjôo de tudo que comia, mais sempre lembrava do que a psicóloga disse respira fundo, então nunca vomitava.
Me mandaram um chá para tomar, só bebi dois goles, odeio chás mais naquele dia o chá parece que estava horrível demais.
Almoço não consegui comer, caldo, só duas colheres, água de coco sobrou tudo me deu enjôo também, só consegui tomar o caldo da janta.
Quarta feira de manha recebi alta, fiquei tão feliz, mais naquele dia nem todos receberam alta, infelizmente, ainda teria uma amiga que ficaria mais um dia pois não estava bem, mais depois recebeu alta.
Fui para casa feliz, afinal não sentia nada além dos enjôos quando comia, apesar dos enjoos não vomitava.
Cheguei em casa já enjoada de caldos e tudo que a dieta liquida era necessária, mais tomava, mais eu sabia que enjoaria, quem já fez dieta de sopas sabe bem como é isso.
A cinta não falei ainda, mais comecei usá-la desde o hospital no segundo dia o respiron também, mais como ela me irritava a cinta, enrolava, machucava e assim por diante.
O dreno era chatinho ter que ver, pensei que doeria para tirar até pesquisei na internet se doía, mais disseram que não doia. Ainda o Dr Gustavo riu e disse que se ele tivesse falado que não doiria eu não acreditaria, disse a ele é verdade eu não acreditaria, mais de fato nem doeu mesmo nem vi tirando, foi rápido.
Fiz a cirurgia aberta mais não me arrependo nenhum pouco, a cicatrização foi muito boa.
Tirei o dreno com 10 dias e emagreci 10 quilos nesses dez dias, uma vitoria.
Já ia me esquecendo de algo emagreci três quilos antes da cirurgia estava com 153 e operei com 151, a ultima vez que pesei tinha um mês e sete dias tinha emagrecido 14 quilos, mais ainda tem chão, mais sem pressa que creio que chego lá.
Cada pessoa tem um organismo, outros emagrecem mais rapidos outros mais lentos, mais todos chegam ao objetivo se seguir de acordo com o que a nutricionista fala.
Sabia que sentiria saudade do guti, guti da água nunca mais conseguirei tomar um copão de agua em segundos, sem contar que fiquei fresca o paladar muda muito, não consigo tomar água temperatura ambiente, somente água trincando muito gelada se não me dá enjoô.
Fui fazer uma sopa com figado de boi, sempre gostei de figado de boi, na hora de beber o caldo, foi uma maravilha, mais quando bateu no estomago, me deu tanto enjoô que hoje nem posso mais ver figado de boi, minha mãe ficou feliz porque ela nunca gostou.
A primeira vez que entalei foi com berigela, acabei vomitando, vomitei apenas uma baba nojenta, conhecida pelos bariatricos como baba alien.
Depois não entalei, mais passei a ter enjoôs e vomitar, um dia fui comer banana desceu bonitinho, mais depois venho enjoô enquanto não vomitei toda a banana que nem foi uma inteira que comi, não passou o enjoô. Mesma coisa com mamão e bolo diet, coisas muito doce mesmo diet me enjoam.
A carne é um pouco dificil comer não entalo, mais as vezes depois de uns minutos sinto ela pesar no estomago e acabo vomitando, mais o resto desce muito bem arroz e legumes, mais tem dias que a carne vai bem, posso comer a mesma carne que comi ontem pode ter feito bem ontem e hoje não fazer.
Descobri que bom é comer calado a probabilidade de entalar é menos, porque concentramos na mastigação e não na fala de alguém.
No começo eu demorava mais de um hora para comer agora levo uns 35 minutos. Para as pessoas eu como pouco, pra mim como muito, mastigo tanto que canso e fico com a sensação que comi um prato imenso.
Dias desses olhei para o prato da minha mãe e disse nossa quanto comida, como se ela estivesse comendo demais mesmo, mais era um tanto normal, acho que me acostumei tanto com a quantidade que não como em pratos pequenos ou uso talheres pequenos, sempre pago o mesmo valor no restaurante R$ 2,40 ou R$ 2.80, bem pouco, economizei e logo será em roupas também, porque as roupas de obesos são mais cara.
Não fico pesando sempre, quase dois meses de cirurgia pesei 2 vezes, não sei quanto emagreci depois dos 14 quilos que eliminei, mais sei que emagreci percebo pelas roupas.
Essa coisa de ficar muito em balança nunca gostei, sei que a cirurgia bariatrica as vezes para de emagrecer depois volta e assim vai, fiz a cirurgia para ter saúde e não doenças como bulimia ou anorexia coisa assim, então não importo com a imagem mais estar bem e satisfeita.
Estou satisfeita com a cirurgia, foi uma ótima escolha que fiz, penso até porque não pensei nisso antes, mais acredito que antes não estava preparada, iria não levar adiante, mais sei que hoje penso diferente.
Sempre fui gordinha, penso uma vez gordo sempre gordo, existe pessoas que tem mais probabilidade de engordar do que outras, mais eu também comia errado, passava muito tempo sem comer, quando comia ia naquilo que era mais rápido e prazeroso aos meus olhos, comia coisas caloricas, apelava para o famoso miojo e pão, nada saudavel, somos o que comemos, desde que uma amiga disse que o miojo era um mal para o organismo abandonei.
Teve um dia que sai da minha dieta, fui a uma festa e comi um brigadeiro, não passei mal, não senti nada, se fosse carne teria passado, talvez por isso muitos bariatricos voltam engordar por comer aquilo que desce melhor.
Vejo que liquidos vai bem, por isso amo sucos, mais comer almoço e janta não é assim tão fácil, tem que ter paciencia para mastigar e assim vai.
Mais é aquele ditado o barato sai caro, como sai, sei que meu corpo precisa de vitaminas se não tem risco de anemias, então procuro sempre almoçar e jantar até hoje nunca pulei essas refeições.
Duro é comer 8 vezes no dia, quando vejo as horas já foram, mais quanto mais se come no horario certo e quantidades certa é melhor para o emagrecimento disse a nutricionista.
Meu café da manha varia muito, tem dias que como a metade de uma fatia de pão light ou integral, tem dias que como inteira, mais meia xícara de café com leite e tomo a centrum de manha, reparto em dois, a vitamina desce bem, só o primeiro dia que me deu enjoô.
Minha segunda refeição do dia tomo suco ou iogurte natural desnatado, porque dependendo os light e zero me dão enjoô. É assim adaptando e descobrindo.
Existem pessoas que operou comigo ou antes que comem de tudo, tem aquelas que tem o famoso Dump, mais acredito que meus enjoôs não são Dump, porque tem coisas que como e faz bem hoje e amanha não.
Nunca quis ter Dump já tem pessoas que queriam ter, prefiro saber saborear as coisas e não viver passando mal, acredito que os meus enjoôs melhoraram afinal eles tem diminuido com o passar dos dias.
Ah! Ia esquecendo, muitos perguntam se tenho fome, não, vontade sim, estou viva.
Operei em dezembro resumindo passei natal e ano novo em caldos, mais não foi tão ruim assim, festas sempre terá seja casamento ou aniversário, existira muitos anos novo se assim Deus nos conceder mais com novas escolhas, assim como muitos engordaram com as festas de final de ano emagreci. Cheguei fazer pudim para o pessoal lá em casa no natal e um bolo no aniversário da minha cunhada, mais nem comi.
Minhas roupas estão cada dia mais largas, algumas foram cortadas e apertadas, mais voltou a cair, esse é o resultado de seguir tudo a risca.
Bom pessoal vou terminar aqui, qualquer coisa futuramente escrevo mais.
Pense quando for operar é algo que não tem volta, mais ao mesmo tempo é algo que trás beneficios auto estima melhora e principalmente a saúde.
*****************************************************************
Oi pessoal depois de alguns dias vim aqui contar as novidades, hoje dia 16/02/2012, dois meses de cirurgia e quatro dias, graças a Deus uma vitória até aqui.
Dias desse fiquei estressada porque estava emagrecendo pouco não que 18 quilos era pouco mais pra quem pesava 151 ainda não é nada, tenho muito a eliminar ainda.
Mesmo assim não desisti apesar frustração, continuei firme mudei passei a tomar mais água e chá verde e deu certo e emagreci mais 4 quilos, pesei ontem quando fui no Dr. Gustavo meu cirurgião gastro, sai de lá muito feliz.
Sei que essa cirurgia é assim mesmo ela para de emagrecer e depois volta e assim vai só não posso desistir da minha meta.
Os meus enjôos diminuíram bastante, nem vomito, estou muito bem, não entalo, estou comendo um pouco melhor e seguindo a risca.
Totalizando 23 quilos a menos e mais 3 quilos que emagreci antes da cirurgia total 25 quilos eliminados.

Fico por aqui pessoal... beijos


*************************************************************

Boa tarde pessoal

Ontem dia 29/02/2012 depois de dois meses a quase três meses de operada retornei a psicóloga e graças a Dra: Ivanimeire resolvi escrever o blog, acredito que pra mim é um diário e de auxilio para alguns que desejam operar ou operaram.

A ultima vez que pesei tinha emagrecido 25 quilos, faz tempinho que não peso, prefiro assim, emagrecer bem sem neura de regimes.

Estou muito bem, super feliz, minha adaptação esta ótima, aqueles enjoos que tinha passaram, não vomito e não entalo, espero que continue assim.

Não gosto de algumas coisas que gostava antes como figado de boi, queijo e outras coisas, sinto tudo ruim e sem gosto.

Esses dia fiquei muito mal, estava ansiosa, fiquei preocupada, mais no fim era uma TPM, engraçado estou me adaptando até a isso, porque até alguns meses atrás não menstruava, tinha queda de cabelo, hipersutismo e intolerância a glicose.

Infelizmente devidos a síndrome dos ovários micropolicisticos que tinha desde os 13 anos de idade, me impedia de menstruar e também fazia engordar, nunca me adaptava com remédio algum, mais graças a Deus do dia pra noite em julho comecei a ter um fluxo constante todos os meses, antes mesmo de operar recebi essa vitória.
A minha ginecologista disse que emagrecer ajudaria para que os meus hormônios melhorassem, mais enfim isso aconteceu bem antes de operar.
Mais estou tendo muita TPM terei que procurar um ginecologista novamente, sinto dor na perna, dor nas costa, enjoos, dor de cabeça, fico depressiva e ansiosa na minha TPM.

Enquanto ao regime que nem chamo de regime mais nova vida porque regime a gente um dia acaba, a minha reeducação esta caminhando muito bem, evito açúcar, frituras e massas sempre.
Esses dia fui a casa de uma amiga minha fazer uma visita, cheguei lá ela fez uma pavê de chocolate, colocou um monte pra mim, pensei e agora o que faço.
Mais ela insistiu muito mesmo para experimentar, então comi um pouco e deixei o resto, disse como argumento que estava cheia e na verdade não estava, sei que o ser humano não precisa comer tanto doce, hoje graças a nutricionista sei disso, mais para mim o pavê estava tão doce e enjoado, mais não passei mal.
 
                   
Em casa mesmo os alimentos sendo diet ou light me adaptei comer pouco, sobremesas apenas uma colher e não passo disso pode ser o que for, nem sinto falta dos velhos costumes.

Não tenho fome, confesso que não era uma pessoa tão compulsiva, nunca assaltei geladeiras de madrugadas, sei que algumas pessoas fazem.
Tinha uma alimentação muito errada pulava refeições e comia porcaria em vez de algo saudável.
Antes eu só tomava um café certinho aos sábado e domingo, principalmente quando morei em Americana, normalmente não tomava café, quando almoçava era um salgado assado, suco light ou refrigerante diet.
Minha janta era terrível o famoso miojo, pão ou qualquer coisa fácil que estivesse na frente, mais tinhas dias que não almoçava e tomava só o café e depois jantava.
Não fazia isso para emagrecer, simplesmente o tempo era corrido e não pensava que aquilo me faria um mal, resultado frustração fui pesar breve dia e engordei com essa alimentação.
Por isso apreendi algo muito importante que comer nos horários faz bem, ainda mais os alimentos certos que o nosso organismo precisar ter para queimar e vitaminas essências para ter saude.
Não é a quantidade mais a qualidade, acho errado quando um médico nos diz que podemos comer salada a vontade, na verdade não apreendemos a diminuir o estomago e sim fazê crescer cada vez mais.
O que o ser humano deve apreender a comer o que é necessário, ouso comparar até com uma vaca, passa o dia comendo grama é enorme, na verdade comer certo é seguir horários e colocar a quantidade certa no prato.

Já adaptei ir no restaurante e comer a mesma quantia todo dia R$ 2,80 por dia é que gasto no restaurante e as vezes ainda sobrando prato.
Sempre sigo a regra de ter somente dois tipos de massas no prato, então não misturo arroz, macarrão, mandioca, batata e mandioquinha, mais escolho apenas dois deles.
Não tomo suco com as refeições e nem água e acostumei colocar pequenas quantidades de comidas na boca e mastigar e mastigar.
Confesso que para uma pessoa hiperativa pra mim foi muito difícil mastigar e mastigar agora acostumei, precisei ter paciência, sou do tipo de pessoa que vivo a mil por horas, para mim pararr é difícil, mais tudo que a gente coloca na mente que consegue a gente consegue.
Então é isso pessoal, fico por aqui.
Beijos
*******************************************************************
02/03/2012 sexta feira.
Hoje foi um dia corrido pra mim e esta sendo ainda, nem fiz minha caminhada diária, fui dormir tarde e acordei muito cedo pois tinha consulta com a nutricionista Cyntia.
Ela disse que meu enjoo era porque estava mastigando muito rápido, acho estranho porque demorava a comer ficava até mais de uma hora comendo quando entrei na alimentação sólida, mais se ela disse tá falado, não sei nada mesmo de bariátrica e estou apreendendo a cada dia.
Me pesei pessoal enfim 27 quilos a menos, já estou com 124 quilos, continuo obesa mórbida grau III, mais chego lá, devagar, mais não esta tão devagar assim em nenhuma outra dieta emagreceria tudo isso, já fiz muitas dietas emagrecia pouco mesmo.
Continuam proibidos refrigerantes, mel, doces e frituras, nada disso faz falta no meu dia a dia, estou satisfeita com a dieta e com a nova vida.
Só isso por hoje pessoal, beijos
)))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))00000000000000D
Dia 06/03/2012
Ontem fui pra Campinas enfim 28 quilos eliminados, graças a bondade e ajuda de Deus estou caminhando a cada dia rumo a vitória, cada quilo que emagreço sinto uma vitória conquistada.
Sei que por longos anos sofri com a obesidade, mais hoje estou em um novo caminho e com novas expectativas, antes achava que não conseguiria era muitos quilos a serem eliminados, mais quando operei surgiu um novo caminho e a esperança voltou.
Apreendi a escolher o que comer e quando comer, coisa que não fazia certo e nem sabia como fazer, graças a nutricionista melhorei diria que 100% em relação a antes que fazia tudo errado e achava que estava certa.
Resumindo feliz a cada que passa, não tenho ficado ansiosa, não sinto fome, não fico beslicando ou muito tempo sem comer, como tudo nos horarios certos, antes tinha dificuldade para seguir as regras do tempo, hoje não vejo como regras mais vejo como ter uma saúde perfeita.
Engraçado que parece mentira pois tenho apenas três meses de operada quase e mudei tanto a maneira de ver e pensar, nem todos conseguem pensar assim e mudar a maneira de ver as coisas ao redor.
Para não entalar procuro comer em silêncio e concentrar na mastigação, passei a fazer isso melhorou, antes tinha grande dificuldade, não tenho vomitos, nem enjoos e nem intalo.
Fico por aqui pessoal
Beijos
******************************************************************