segunda-feira, 12 de março de 2012

Hino da gastroplastia


Ouviram o balançar das peles flácidas
De um povo magro e o brado horripilante,
E o sol da Liberdade, em praias públicas,
Brilhou a cicatriz de um palmo grande

Se o Senhor tem piedade
Conseguimos operar com mente forte
E o Seio ,que humildade
Desafio quem agora é um poste

Ó maca amada
reforçada
Salve! Salve!

Barriga, um sonho tenso foi vivido
De dor e sem esperança não emagrece
Se agora és risonho e nada tímido,
A imagem de uma bola já esquece

Gigante pela própria natureza
Agora és belo, impávido e formoso.
E o teu futuro espelha essa grandeza.
Capella Amada,

Entre outras mil,
És tu por certo
A Mais usada !

Dos filhos deste solo
És mãe gentil
Vida nova ex Barril!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário